Por favor Aguarde

Osteopatia, o que é e o que trata?

5 Abril, 2017
campaign1.jpg

O que é osteopatia?

A osteopatia é uma Terapia Não Convencional (TNC) reconhecida nacional e internacionalmente, sugerida e incentivada pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

É uma prática manual, suportado pelo conhecimento científico da anatomia, fisiologia e biomecânica do corpo e os seus profissionais obtêm o título de Especialista.

Tem os seus meios próprios de diagnóstico e tratamento assim como partilha também alguns com a classe medica como a ortopedia.

A osteopatia tem como base que o ser humano é um todo indivisível, que todos os sistemas do corpo estão relacionados. Assim, qualquer disfunção em algum sistema irá afectar os outros.

Em suma, uma disfunção estrutural (Pele, músculos, ossos, articulações, fáscia, etc.) irá ter repercussões numa função (respiração, cardíaca, digestiva, hormonal, etc.) ou vice-versa.

A prática osteopática está dividida em 3 grandes especialidades: osteopatia Estrutural, Craneal e Visceral, tendo como objectivo repor a homeostasia (harmonia) através da manipulação de tecidos moles (tratamento fascial, massagens, estiramentos, etc.) e/ou com manipulações articulares.

A sua área de intervenção é vasta, porém é mais conhecida pelos seus óptimos resultados em tratamentos para hérnias discais, vários tipos de dores, problemas posturais, problemas digestivos, problemas respiratórios, etc.

O que a osteopatia pode tratar?

O campo de tratamento da osteopatia é muito amplo pois ele abrange todo o corpo humano.

Esta pode tratar as doenças mais frequentes, nomeadamente cistalgias, lombalgias, dorsalgias, cervicalgias, escolioses, hérnias discais e torcicolos. Podem ser tratados também entorses, tendinites, epicondilites, síndromes do túnel cárpico, dores nos ombros, problemas da articulação temporo-mandibular (ATM), tensões e contracturas musculares e todos os problemas decorrentes de acidentes de viação, quedas, fracturas ou cirurgias.

Pode ajudar a resolver também enxaquecas, dores de cabeça, problemas digestivos, insónias, depressão, vertigens, sinusites, tensão pré-menstrual, obstipação, stress e problemas respiratórios.

O osteopata não elimina apenas as consequências do problema, procura sempre desvendar a razão do sintoma para poder tratar o doente.

Para isso, e utilizando as mãos como instrumento, recorre a variadas técnicas. Estas são as mais comuns:

Técnicas musculares, que visam o tratamento dos músculos e tendões.

– Técnicas cranianas, que são as  mais subtis e que permitem tratar a totalidade do corpo partindo do crânio.

– Técnicas viscerais que tratam dos órgãos e das relações entre eles.

– Técnicas linfáticas e imunitárias, que visam o sistema linfático e o sistema imunitário.

– Técnicas fasciais que trabalham sobre os tecidos fasciais do corpo humano.

– Técnicas manipulativas, que visam reajustar uma articulação, mesmo se o seu deslocamento é mínimo e invisível nas radiografias.

Como decorre uma sessão de osteopatia? 

A sessão inicia com uma anamnese (historial clínico do paciente) onde tentamos encontrar uma possível causa para a patologia apresentada no momento da consulta.

Depois passa para o diagnóstico visual em que o especialista vai procurar assimetrias, limitações de movimento, contraturas, etc., no corpo do paciente, que são indicações de problemas e devem ser resolvidas.

Segue-se os testes osteopáticos, e então passa-se para o tratamento.

Fonte: http://www.osteopatia-sc.com/

Procedimentos

1º Consulte o site

2º Telefone ou envie um email a pedir o serviço em casa

3º Confirmação pela SABER CUIDAR

4º Efetue o pagamento

5º Recebe o técnico de saúde e bem estar em sua casa

Copyright Saber Cuidar 2016. Todos os direitos reservados.